Central de atendimento ao cliente: Rio de Janeiro: 0800 722 0036 | Demais localidades: 3004 5080

Dia do Florista: dicas para ter flores lindas em casa

Dia do Florista: dicas para ter flores lindas em casa

A temporada das flores está chegando e, junto com ela, a oportunidade de deixar sua casa ainda mais linda com arranjos coloridos e perfumados! Antes mesmo do início da primavera, o Dia do Florista, que acontece em 2 de setembro, celebra os profissionais especializados na tarefa de escolher e organizar as flores para deixá-las ainda mais bonitas e duradouras. Clóvis Souza, florista e fundador da Giuliana Flores, revelou alguns segredos para você manter seus vasinhos sempre lindos durante todo o ano. Confira!

Quais são os primeiros passos para quem morre de vontade, mas nunca teve flores em casa?

O primeiro passo é escolher a flor certa. Para as que forem plantadas na terra, é fundamental optar por espécies que se adaptem bem ao tipo de plantio. Há diversos modelos de vasinhos disponíveis para a jardinagem, sendo que os principais são feitos de plástico, cerâmica, barro, fibra, amianto e cimento. Todos os modelos devem ter furos no fundo para drenagem. Também é importante não adubar assim que as flores forem compradas, já que o ideal é esperar pelo menos duas semanas para isso. A fertilização deve ser feita criteriosamente uma vez por mês e intensificada na primavera e no verão.

Dica para começar: depois da adubagem e da drenagem, ponha terra até a metade da vasilha e plante a flor. Com a planta reta, vá colocando mais terra, apertando-a de leve para assentar. Para finalizar, aperte toda a terra em volta da planta com o objetivo de deixá-la bem firme e regue-a para completar o assentamento.

Quais são as principais dicas para que as flores vivam mais, tanto na água quanto na terra?

As flores que se desenvolvem bem na água são Rosas, Amarílis e Gérberas, mas há muitas variedades. Para os vasinhos com terra, é importante optar pelas que têm poucas raízes e arbustos que aceitam podas frequentes. Alguns dos tipos de flores para vasinhos são Violetas, Suculentas e Cactos. Na realidade, cada flor tem um cuidado especial, dependendo da sua fragilidade, porém alguns cuidados são essenciais para todas elas como atenção com a luz do sol e a drenagem boa, que é essencial para qualquer tipo de planta. Por fim, é sempre bom reservar um local adequado para colocá-las.

Quais as flores mais indicadas para se ter em casa em cada estação do ano?

Todas as estações têm flores que combinam mais com o clima. Na primavera, que está para começar, o charme são as Rosas, Margaridas, Girassóis, Orquídeas, Jasmins, Hortênsias, Gérberas, Clívias, Hibiscos, Crisântemos e Violetas. Para o verão, Rosas, Astromélias, Margaridas, Girassóis e Cravos são as pedidas ideais. No outono, aposte em Begônias, Margaridas, Lírios Brancos, Rosas, Gérberas e Astromélias. E no friozinho do inverno, as Orquídeas, Azaleias, Begônias, Ciclames e Lírios são as que mais combinam.

Quais as dicas para cuidar das flores em ambientes fechados?

Tudo o que é demais estraga, por isso o segredo é deixar a terra úmida e não encharcar de água. Em alguns casos, as plantas podem morrer quando regadas em excesso. Para saber se não está passando do ponto, é necessário analisar se há mofo na superfície do solo ou água parada no fundo do recipiente. As plantas também necessitam de luz solar para realizarem a fotossíntese. Por isso, é preciso escolher um local em que essa troca seja possível, sem que elas fiquem expostas diretamente à luz. Escolher lugares amplos, altos e iluminados também é importante. Como as flores se acostumam com o ambiente em que se encontram, não é apropriado mudar com frequência suas posições, deixando que elas se acomodem no local específico.

E em ambientes abertos?

O ideal é cuidar das plantas por meio da criação de um jardim sustentável, utilizando espécies nativas e recursos que não agridam o meio ambiente, que podem ser implantadas em áreas verdes urbanas. Optar por esse tipo de jardinagem é uma forma de reservar um tempo para a natureza e, acima de tudo, conservá-la. Por serem compostos por vegetações adaptadas à região, os jardins sustentáveis exigem pouca manutenção, e a utilização de materiais orgânicos, reciclados e reutilizados oferecem um manejo simples, além da visita constante de pássaros e borboletas.

Gostou das dicas? Então veja nossa seleção com vasos de flores para você deixar sua casa ainda mais bonita!

Posts relacionados

Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.

voltar para o topo